top of page

Hematoma Epidural Intracraniano. Revisão da literatura publicado no ABNC

Pesquisadores de Aracaju publicaram um artigo onde realizaram uma revisão dos demais estudos sobre Hematoma Epidural. Após extenso levantamento os autores chegaram a conclusão que Hematoma epidural não traumático simula um aparecimento infrequente de múltiplas doenças. Médicos precisam despender cautela aos diversos rumos deste quadro e enfatizar a importância do exame físico e antecedentes dos pacientes. Devido a falta de informações sobre o tema aconselha-se que ainda mais trabalhos científicos sejam produzidos a este respeito. Em seus resultados descrevem:


A revisão da literatura resultou em 1,156 registros nas bases de dados, dos quais um total de 164 artigos com texto completo foram incluídos na síntese final; mais 22 estudos relevantes foram adicionados. Um total de 89 estudos de caso foi incluído, fornecendo 95 pacientes únicos. Havia uma predominância de coagulopatias como a principal etiologia do HED espontâneo. Um total de 45,3% dos pacientes apresentava lesões em > 1 lobo cerebral. A intervenção cirúrgica foi o tratamento mais comum realizado. Um total de 24,2% dos pacientes morreu. (SOUZA JUNIOR, MEDEIROS e PEREIRA

Leia artigo completo abaixo.


Referência Bibliográfica: SOUZA JUNIOR, Joilson Francisco de; MEDEIROS, Luiz Eduardo Dantas Cerqueira; PEREIRA, Carlos Umberto. Intracranial Epidural Hematoma. Arquivos Brasileiros de Neurocirurgia Vol. 42 No. 1/2023.


DOI: https://doi.org/ 10.1055/s-0042-1756140. ISSN 0103-5355.

Comentários


bottom of page