SELEÇÃO DE AGOSTO: Conexão entre implicações da pandemia e orientação aos serviços de neurocirurgia

Nos últimos dois anos muito se falou de saúde mental devido ao isolamento social que se instalou nos tempos mais críticos da pandemia do coronavírus. Vimos uma maior procura por profissionais da área de psicoterapia, mas qual o real impacto neurológico da COVID-19?


Os alunos de medicina da Fundação Assis Gurgacz, em Cascavel (PR), Jociane Bongiorno1 e Amanda Peretti, junto aos especialistas em Medicina da Família e orientadores na mesma instituição, Lisete Fronza e Dilson Fronza publicaram artigo científico na revista Jornal Brasileiro de Neurocirurgia com intuito de aprofundar os estudos para responder a questão acima levantada. Estudando a relação dos efeitos da COVID-19 e o direcionamentos destes pacientes aos serviços de Neurologia e Neurocirurgia eles averiguaram que:


"Estima-se que dentre os pacientes que cursam com comprometimento pulmonar severo durante a vigência da doença, 45% deles irão apresentar sintomas neurológicos associados." (BONGIORNO et al, 2022)

Ao usar base de dados da cidade de Cascavel, no estado do Paraná, Brasil, verificou-se que o campo de atividade da neurocirurgia teve aumento considerado significativo em comparação com outros tipos de cirurgia. Já ao avaliar os dados relativos ao setor de neurologia não foi encontrado o mesmo resultado. Os autores enxergam seu trabalho como um início para abordagem deste tema e preveem a necessidade da elaboração de mais trabalhos para um efetivo entendimento da convergência entre os efeitos da infecção por COVID-19 e a oscilação na procura por especialistas e serviços de neurocirurgia na pandemia, assim como a falta de direcionamento para serviços de neurologia. (BONGIORNO et al, 2022)


Leia artigo mencionado completo abaixo.


Fonte: Portal Jornal Brasileiro de Neurocirurgia - acesse aqui PDF


Referência bibliográfica do artigo: BONGIORNO, Jaciane et al. Avaliação do Efeito da Pandemia de Coronavírus na Demanda de Encaminhamentos aos Serviços de Neurologia e Neurocirurgia. Jornal Brasileiro de Neurocirurgia Vol. 33 Nº. 1, jan. fev. mar. 2022. p. 40-50


DOI https://doi.org/10.22290/jbnc.2022.330106