top of page

SELEÇÃO DE NOVEMBRO: Uso de vácuo extrator em maternidade diminui tempo de internação pós-parto

Pesquisadores de Madrid (Espanha) acompanham o impacto na introdução de um vácuo extrator obstétrico em maternidade. O estudo é dividido em dois grupos de observação onde o primeiro "inclui os últimos 54 partos instrumentais até maio de 2017, quando apenas fórceps obstétrico e espátulas de Thierry estavam disponíveis em nosso centro; o segundo grupo inclui os primeiros 54 partos instrumentais desde maio de 2018 em nosso centro, quando estavam disponíveis pinças obstétricas, espátulas de Thierry e ventosa extratora manobrável. Os copos extrator a vácuo manobráveis ​​estavam disponíveis há 12 meses no segundo grupo." (CRISTOBALAC et al, 2022)


O resultado do acompanhamento expõe que quando se tem a possibilidade do uso de um vácuo extrator obstétrico com ventosa manobrável é possível observar uma diminuição do tempo que as recém mãe permanecem internadas no pós parto.


Encontre a pesquisa aqui.


Referência bibliográfica do artigo: CRISTOBALAC, I et al. Influence of introducing a maneuverable vacuum extractor cup on maternal hospital stay after instrumental birth. Retrospective cohort study, Clínica e Investigación en Ginecología y Obstetricia, Volume 49, Issue 4, 2022.


Comments


bottom of page