top of page

Estudo discuti sobre a importância do papel da radiologia pré-operatória

O artigo científico intitulado "Abordagens Transpetrosas Posteriores à Fossa Craniana Posterior: Avaliação Radiológica Pré-operatória e Anatomia Microneurocirúrgica," escrito pelos renomados autores Francisco Vaz-Guimarães, Silvio da Silva Caldas Neto e Marcelo Moraes Valença, originários de Recife (PE, Brasil), é uma contribuição valiosa para a neurocirurgia. Publicado no prestigioso periódico Jornal Brasileiro de Neurocirurgia, este trabalho se concentra nas abordagens cirúrgicas transpetrosas posteriores, um campo complexo e desafiador da medicina.

As abordagens transpetrosas posteriores envolvem a remoção cuidadosa de partes do osso petroso para criar uma via de acesso à fossa craniana posterior. Neste estudo, o triângulo de Trautmann, um ponto crítico delimitado por estruturas como o seio petrosal superior, canal semicircular posterior, bulbo jugular e seio sigmoide, é minuciosamente explorado como a janela de acesso fundamental para a cirurgia na fossa craniana posterior. A avaliação radiológica pré-operatória desempenha um papel crucial nesse processo, uma vez que fornece informações essenciais para o planejamento cirúrgico. Diferentes modalidades de imagem, como tomografia computadorizada e ressonância magnética, são discutidas em relação à sua utilidade na identificação da anatomia crítica.

Este estudo não apenas oferece uma análise detalhada da avaliação radiológica, mas também destaca a importância da correlação entre os dados radiológicos e a anatomia microneurocirúrgica. A variabilidade anatômica é um desafio significativo nessas abordagens, e a compreensão profunda da estrutura óssea, aeração do mastoide, posição do seio sigmoide e altura do bulbo jugular é fundamental para garantir uma cirurgia segura e eficaz, minimizando riscos e complicações.

Leia artigo completo abaixo.


bottom of page